Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora
Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora

A síndrome do pânico é uma doença muito comentada nos dias de hoje. Um mal que tem afligido tanto jovens quanto as pessoas de idades avançadas.

Ataca o psicológico, e se manifesta fisicamente.

Falta de ar, tremedeiras, aumento na frequência cardíaca, medo da morte e etc, são alguns dos sintomas que se manifestam em quem possui a síndrome do pânico.

As crises ocorrem das mais diversas formas, há quem a sente por alguns lapsos de tempo e, outras com uma frequência maior.

O problema se aumenta quando tudo isso ocorre em períodos noturnos, no momento que, em via de regra, é o de repousar e de dormir.

A insônia é um problema que pode ser facilmente adquirido por várias maneiras.

Aflige o sono na medida em que a síndrome do pânico desenvolve um medo da morte, medo de não respirar e, por conseguinte é pego pela insônia.

Esse gatilho é ativado por causa da síndrome do pânico.

O medo e insegurança toma conta dos pensamentos e acaba atrapalhando o que seria uma tranquila noite de sono.

Como fazer para tratar e amenizar esses pensamentos?

O fato é que ela chega sem avisar, de uma hora pra outra. Não é possível distinguir o momento certo em que a crise tomará conta de você.

Por essa razão, a insônia é tão presente na síndrome do pânico.

O medo de que em qualquer momento poderá desencadear os problemas faz com que isso de fato ocorra.

Suponhamos: Se o medo não fosse latente, haveria essas crises?

Certamente, não.

O caminho é esse: anular esse medo, anular o sofrimento antecipado. Para que não haja pensamentos negativos e atraia a crise em si.

Psiquiatras recomendam antidepressivos fortes e com grande chances de sequelas. A princípio é o melhor a se fazer, pois uma crise muito forte pode causar uma série de outros problemas.

Reorganizar a mente é um trabalho em tanto, não é fácil como muitos pensam, mas também não é impossível.

A paciência é a chave, tudo se resolve com paciência e disciplina. Saber se alimentar, e evitar com que o estresse comande os seus dias é o primeiro passo. Nenhum cérebro aguenta rotinas cansativas, sem momentos de lazer, e isso acaba atraindo a insônia, e com a insônia outros problemas poderão ser atraídos também.

Tranquilidade, é isso o que o ser humano quer e precisa ter na hora de dormir.

Então comecemos o nosso dia já pensando em ficar tranquilo o bastante pra poder relaxar e descansar.

Os sintomas que podem deixar você com insônia devem se tornar irrelevantes. Você deve excluir toda a urgência de ter que dormir. Só assim você vai conseguir afastar a insônia. Só assim seu sono irá naturalmente dominar você.

Quanto mais você tenta desesperadamente evitar os sintomas da síndrome do pânico à noite, mais você prepara seu cérebro para mais ataques de pânico, e mais acordado e com medo você fica.

Desta forma, relaxe o máximo possível, involuntariamente, e assim consiga obter suas noites de sono.

 

Por Matheus


Leia também: Mude sua rotina para ter uma boa noite de sono.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here