Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora
Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora

A insônia é um distúrbio do sono comum tanto em homens quanto em mulheres que estão adentrando a terceira idade. Doenças crônicas, diabetes, e o uso de medicamentos são alguns dos causadores desses distúrbios. No entanto, em mulheres as causas podem ser também causadas pelo desequilíbrio hormonal que costuma atingir picos específicos ao longo da vida.

Menstruação, gravidez e menopausa são as fases da vida de uma mulher em que os hormônios costumam estar em polvorosa. Os desequilíbrios causados acarretam em uma série de dificuldades e desconfortos como irritabilidade, ansiedade, problemas depressivos, insônia, entre outros.

 Alimentos que podem ajudar a combater a insônia na menopausa

 – Banana

Fruta popular no Brasil, a banana auxilia na produção de serotonina, um hormônio que age na sensação de bem estar e melhora significativamente a qualidade do sono.

– Semente de gergelim

A semente de gergelim é um dos alimentos ricos em triptofano, um elemento essencial na produção da serotonina e indicado para todos os que sofrem com a insônia. É também muito rico em cálcio, ajudando na saúde dos ossos e na prevenção da osteoporose.

– Farinha de aveia

Outra grande fonte de triptofano, a farinha de aveia também ajuda a aumentar o nível de açúcar no sangue. Um dos alimentos mais comuns a serem ingeridos antes de dormir é o mingau.

– Arroz integral

Além de atuar como fonte de carboidrato, o arroz integral auxilia na regulação da serotonina e da melatonina, dois neurotransmissores que permitem a boa regulação do sono.

– Ovo

Rico em vitamina B12, o ovo faz parte da alimentação da maioria dos brasileiros. Está associado ao combate à depressão por conter colina, uma substancia que faz parte do complexo B. Auxilia na qualidade do sono.

– Linhaça

A linhaça é rica em ômega, substancia importante no controle dos neurotransmissores que regulam o sono. Atua na diminuição da ansiedade, da irritabilidade e é importante no tratamento da depressão.

 – Salmão

Outro alimento rico em vitamina B12, que é essencial na transformação do triptofano em serotonina.

– Suplementos alimentares

Existem suplementos alimentares vendidos em lojas especializadas, farmácias e drogarias que ajudam na produção da melatonina e do 5-HTP, neurotransmissores que agem na regulação do sono. Geralmente são utilizados à partir de uma dose inicial pequena e à partir daí se verifica a ação no corpo. O aumento é gradativo e pode mudar de pessoa para pessoa.

Uma alimentação balanceada é um primeiro passo em direção à saúde mental e ao bem estar físico. Cuidar do que se ingere é prevenir problemas mais sérios que podem vir a atacar o corpo, aproveitando-se do desequilíbrio causado pelos hormônios.

Evite alimentos pesados antes de dormir, desligue aparelhos eletrônicos como tablets, celulares, notebooks, computadores, televisão e mantenham o quarto limpo e organizado. O sono vem com maior facilidade quando estas condições são observadas. Excesso de luz também pode interferir com a produção da melatonina, e consequentemente, com o sono, sendo assim procure deixar o aposento com uma iluminação apropriada ao descanso físico e mental.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here